domingo, 14 abril, 2024
More

    BK’ faz seu primeiro evento próprio, “Furdunço – A festa dos Gigantes”.

    Furdunço, a Festa dos Gigantes, terá a sua primeira edição no Viaduto de Madureira com grandes nomes do cenário hip-hop carioca.

    Nesta sexta-feira, dia 12 de maio, a partir das 21h, no Viaduto de Madureira, acontece a primeira edição do evento “Furdunço”. A festa dos Gigantes carrega o nome de uma das faixas que dita o ritmo das noitadas cariocas ambientadas dentro do segundo álbum solo da carreira do rapper BK’, disco que, inclusive, deu título ao seu próprio selo musical, que comanda o projeto mais aguardado e de estreia do mesmo no cenário.

    Furdunço é um projeto inicial do selo Gigantes visando oferecer eventos de qualidade com infraestrutura para o público hip-hop da Zona Norte indiretamente assistindo pessoas da Baixada Fluminense por ser de fácil acesso.

    A ideia é contribuir com o desenvolvimento do crescimento econômico local, dando uma forma de empregabilidade para moradores da Zona Norte e Baixada inserindo-os no projeto.

    Além disso, com o alcance do evento, consegue fornecer um bom retorno para os ambulantes, comércios e trabalhadores autônomos dos territórios focados, visto que levará uma grande demanda de público para os espaços, aumentando o consumo normalizado.

    Com a estrutura e conceito apresentado pela festa, o projeto visa ainda estar acessível para os consumidores da cultura, como exemplo disso, temos o baixo preço dos ingressos, que começaram a ser comercializados pelo valor simbólico de R$ 30 e em pouco mais de uma semana foram esgotados todos os lotes, onde o último foi vendido por R$ 70, altamente inferior ao preço dos outros grandes eventos e festivais do Rio de Janeiro. No perfil do evento no Instagram, está rolando sorteio de 3 vips, 1 merch do álbum ICARUS e R$ 200 em consumação.

    line-up

    O Furdunço contará com shows de artistas como o próprio BK’, a atração principal da noite, trazendo no repertório toda a sua discografia, desde o aclamado Castelos & Ruínas (2016), passando por Gigantes (2018) e O Líder Em Movimento (2020), até o EP Cidade do Pecado (2021) e seu novo mais novo projeto, ICARUS. O line-up da primeira edição do evento também conta com:

    DJ M$E

    DJ M$E, é beatmaker e produtor de eventos integrante do coletivo Bloco Sete e selo Gigantes —, nascido e criado nos subúrbios da Zona Norte do RJ, mais precisamente na Pavuna, Parque Columbia, é o fundador do Baile do M$E e foi residente dos principais eventos de Black Music/Bass do Rio de Janeiro e Brasil, como Baile do Faraó, Baile do Tio Will, DOOM, Wobble, Baile da Pesada, Baile do Ademar, Adidas Party, Bloco do Tropkillaz e etc. Já abriu shows de BK’, Djonga, Baco Exu do Blues, Marcelo D2, Racionais MC’s e, inclusive, já foi DJ do Mano Brown por um dia, além de ter sido DJ oficial do Akira Presidente por três anos.

    DJ Talie Alves

    Natalie Alves, conhecida artisticamente como DJ Talie Alves, é nascida na Baixada Fluminense em uma família de músicos e criada em Madureira a partir dos 13 anos de idade. Por volta de 2009, a DJ iniciou o seu contato com o hip-hop, através da forte cultura do charme de Madureira.

    Como sempre esteve envolvida com a música e a dança, em 2013 ela se apaixonou pelo break, que moldou grandemente o seu estilo de vida e gosto musical. Ao longo do tempo, após se tornar mãe, a dança acabou ficando de lado.

    Entretanto, em 2021, afim de resgatar a participação ativa da música em sua vida, se formou com aulas particulares com o DJ Def Brks e atualmente é conhecida carinhosamente como a Princesinha da Black Music no Rio de Janeiro, arrastando fãs de música boa por onde passa.

    Em seu bom e respeitado set, Talie traz vertentes do afrobeat, R&B, rap, pagode baiano e funk, conseguindo facilmente transitar entre os ritmos sem deixar a energia cair.

    DJ Sô Lyma

    Representante da Baixada Fluminense do Rio de Janeiro, Soraya Lyma, que também é atriz, modelo e educadora, veio a se tornar DJ Sô Lyma em 2016 ao perceber que desde muito nova teve contato com a arte e isso foi sempre fomentado durante a sua vida, fazendo com que mais tarde esse seu interesse pela música a levasse nessa trajetória de se tornar DJ.

    Formada na mais conhecida academia de DJ’s da cidade, a ELETROBASE, começou a partir disso a fazer seus sets nas batalhas de rima em Campo Grande, na Zona Oeste carioca, onde encontrava-se uma das maiores cenas do movimento hip-hop do RJ na época.

    Com muitas influências do rap underground, passou a tocar nos grandes bailes blacks do Rio de Janeiro e fora dele, como Viaduto de Madureira, Carrapetas, Baile do Saddam, Baile do Amor, Meu Black, FAU, Black Santa, Classics HipHop (BH), incluindo o baile de lançamento do álbum LADRÃO, de Djonga, entre outros.

    Padrão DJ

    Produtor, modelo e integrante do coletivo Bloco, o Padrão DJ vem se destacando na cena musical brasileira nos últimos anos. Nascido e criado na favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, o artista tem uma trajetória única que o tornou um dos representantes musicais mais promissores do país. Com uma mistura de amapiano, dancehall, hip-hop e jazz em suas apresentações, Padrão cria uma atmosfera única que contagia o público e o leva a uma jornada musical impactante e inesquecível. Sua técnica de mixagem impressiona tanto os fãs quanto os críticos, e sua habilidade de transitar entre diferentes gêneros é uma prova de sua versatilidade.

    DJ Tamy Reis

    Cria da Zona Norte do Rio de Janeiro, suburbana convicta, DJ Tamy é um dos principais nomes da black music carioca. Sempre presente nos eventos e queridinha das marcas, a DJ é percursora do movimento “black pop” – que visa mostrar para o público que a black music também é pop e todo mundo consome.

    Tamy é embaixadora da Melissa e tem conquistado cada vez mais espaços importantes – já participou do Palco Sunset do Rock In Rio e ganhou o prêmio de DJ do ano no WME de 2020. Além de DJ, Tamy é influenciadora, apresentadora e comunicadora nata brasileira. Incentivada pelos pais e amigos, desde muito jovem demonstrou seu interesse pela música. São mais de 10 anos no mercado, marcando presença na abertura de shows de grandes artistas.

    O evento promete parar Madureira, agitando a noite em curadorias amplas e diversificadas, onde cada artista trará as suas inspirações culturais através dos gêneros em ascensão na atualidade, aos clássicos do passado, com muito funk, rap, drill, grime, R&B, afrobeat, pagode baiano e muito mais em torno da música negra, exalando a representatividade histórica que o Viaduto Negrão Lima de Madureira exerce para o Rio de Janeiro.

    Sediando a primeira edição do evento, a Zona Norte, lugar que engloba fortemente o cotidiano e demais acontecimentos da cidade, será o principal foco dos shows do Furdunço. A celebração itinerante do hip-hop, com diversos artistas do mainstream e underground, tem o intuito de cultivar a cultura e manter o legado que o movimento mantém até os dias atuais. O idealizador do projeto, Abebe Bikila, visa durante as edições apresentar shows de artistas que participaram de sua trajetória musical

    Você sabia que a RAP MÍDIA está no InstagramTwitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

    NARDONI
    NARDONI
    Carioca que não gosta de praia, apreciador de café e água com gáix, criador da THIEF MÍDIA e da RAP MÍDIA.

    Fique por dentro!

    Receba nossas atualizações semanais no seu E-Mail.

    LEIA TAMBÉM

    Mais lidas da semana

    TZ da Coronel lança “Nota Dó”, single do seu próximo álbum, “DACOROMODE”.

    Após bater mais de 1 bilhão de streams nas plataformas digitais, TZ da Coronel, um dos principais expoentes do trap nacional, lança seu novo...

    Poesia Acústica 15

    - Anúncio -

    ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

    - Anúncio -